fbpx
Poemas e poesias

Poemas e Poesias - Roberto ferrari

01/12/2023 - Nosso Amor

24/11/2023 - A História de Nós Dois

Vem ver a Lua 
Vem que a noite é linda 

O mar é majestoso
Vamos ser só nós dois

É melhor nem pensar no depois. 

Ah, amar! 
Nossos beijos de amor falam
Inspiram nossas almas a bailar 
É a valsa do amor de nós dois. 

Pelas areias da praia 
Nesta noite estrelada 
Todo o mundo 
Vai nos invejar. 

E nós, sem razão, loucos 
Partiremos num beijo de luz 
Pelas estrelas do firmamento 
A amar, e contar 
Esta linda história 
De nós dois.

 

17/11/2023 - Nosso destino

10/11/2023 - Tempo finito

03/11/2023 - Amei

27/10/2023 - Cavalgada

20/10/2023 - Chama da paixão

13/10/2023 - Minha Inspiração

06/10/2023 - Renascer

29/09/2023 - Silêncio

22/09/2023 - Vida

13/12/2023 - Destino

Destino

Sempre te amei e te desejei

Tu foste meu sentido

E minha loucura

Meu destino é te amar

Jurar em versos minha paixão

Em todos os dias da minha vida.

Quero sempre correr para teus braços

E sentir tua alma junto a minha

Quero te dizer o quanto teu amor

É fundamental para minha vida.

Quero hoje teu perdão por te amar tanto

Antes mesmo de te conhecer

Quero entregar meu destino a ti

Quero sempre te amar, meu amor!

13/12/2023 - Felicidade

Felicidade

Bom dia, amor!
Que saudade de ti
Tu vieste alegrar meu coração
Que já estava ficando
Até meio triste
Pela nossa separação
Chora, amor!
Pela felicidade, me ama, me beija.

Encosta na minha alma
Abraça-me
Vamos namorar as estrelas
Beba da minha boca
Meus beijos loucos, sedentos
De amor por ti
Sorri de alegria
Alegria de amar.

25/02/2024 - Ardente

Ardente

Amo-te querida
E sei que tu me amas
Na mesma intensidade
No mesmo furor
Vivo com ti este sonho
Interminável, paradisíaco
Sempre em meu delírio ardente
Quis viver estas noites a teu lado
Por esses tórridos momentos de amor!
Ser amado por ti, pelo teu olhar, a tua boca
A me falar palavras que só o amor entende!
Em teus olhos mergulhar com os meus
Sentir em mim tua alma, ter só vida
Para te amar e amar sempre
Ver nossas jornadas quais dois rios
Que caminham em direção ao mar
E juntos viveremos um amor
Maior que a imensidão do oceano
Beijar teus dedos, teu corpo, tua boca
Em delírio insano, perdendo a razão
Nossas almas unidas, nosso aconchego
Um eterno amor, um desejo infinito
A perfeita declaração que traduz
A minha, a tua, a nossa paixão!

01/04/2024 - Juras de Amor

Juras de amor

Tu foste como um sonho para mim

Foste a razão do meu viver

A loucura do meu amor
E em um momento especial
Perdi-me na profundidade do teu olhar.

Teu sorriso é como o sol

Aquece minha alma e meu coração
Vem pela manhã, desponta com a aurora
Vai embora à tardinha bem de mansinho
E me deixa perdido de amor.

Teu corpo junto ao meu

Nosso amor à flor da pele

Nossos beijos e abraços

Um momento infinito.Sigo perdido de amor

Jurando em versos nossa paixão
E acabo me encontrando

Nos teus olhos, amada

10/04/2024 - Tristeza na alma

Porque sempre foste a aurora em minha vida
Te peço, volta para o meu amor
Inspira novamente a minha poesia

Que hoje é um canto triste sem teu encanto
Eu te amo tanto meu amor…
E me deixaste há tanto tempo.

Depois que partiste fez-se inverno na minha alma
Tu foste sem um adeus sequer
E transformaste minha vida em um deserto de emoções
Lembro dos teus carinhos…do teu olhar
Do teu sorriso…do teu pranto.

Hoje tenho a Lua por confidente

Que sem compaixão sempre vaga pelo céu
Onde estás amada?
Peço as estrelas que te procurem
E te digam que eu peço apenas

Que tu se lembres das nossas horas de poesia
Das noites de amor e entrega
E que também te digam que a saudade me consome
Que estou sozinho e perdido…
Que hoje a minha solidão…
É minha inspiração.

17/04/2024 - Vida desperdiçada

Sou Poeta!

Vejo a vida com os olhos da alma

Só consigo falar a linguagem do coração

Já chorei lembrando um momento especial
Já liguei só para ouvir tua voz
Apaixonei-me pelo teu olhar.


Pensei que fosse morrer de saudade longe de ti
E tive medo de te perder

Gritei de tanta felicidade

Enlouqueci de amor.


Já te fiz muitas juras eternas…

Já te abracei para proteger
Demos risadas até não poder mais

E no final, te perdi
Sinto falta dos teus carinhos, do teu sorriso.

E sei que sofrerei te aguardando

Talvez um sonho impossível!

25/04/2024 - Loucura

Loucura

Neste teu olhar brilhante e molhado
Refúgio secreto dos teus segredos 
Na noite majestosa do prazer e da loucura 
Nosso ato se desenrola, quente e intenso. 

E quando escuto tua alma 
Penetro às vezes nessa noite escura 
E dela rompe um grito, espaçado 
entre soluços e poemas, que murmura… 

É a voz do Amor, falando através do teu olhar
Num canto de juras e gritos 
Que conta a história do nosso amor.

E tu vens por ela, rindo e chorando
Almas em paz, corações ansiosos
Tempestades de lágrimas e flores… 

14/05/2024 - Quarto vazio

Revirando meus escritos
Procurei aquela poesia
Que te fiz tão apaixonado

Uma poesia
Que foi te buscar longe

Na minha memória…

Mexi e remexi meus sentimentos
Sentia solidão, saudades de ti
No meu quarto vazio do teu amor

Sem querer…
Te encontrei naquela poesia!

Te procuro sempre nos meus sonhos

Na minha louca vida
Se o destino resolver, se acontecer
Nossos olhares irão se reencontrar

Mas acredite meu amor
Eu nunca me esqueci de ti!

24/05/2024 - Retrato

Retrato

É preciso que a saudade desenhe tua face
Teu olhar apaixonado e que, apenas o vento
E a Lua possam ser a moldura perfeita deste retrato

É preciso que a tua ausência rasgue meu coração
Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
E respirar-te renovando minha inspiração
É preciso a saudade para eu sentir
O desatino do nosso destino

Triste e amargo

Mas quando surges de repente

És aquela que habita meus sonhos
Que nunca te pareces com o teu retrato…
E eu tenho de sonhar para ver-te.

Poemas e Poesias - Deborah ROse

Sombra da Noite

A AMANTE  ATO. 1

1 Eu via a luminescência da lua brilhar sobre meus olhos.

Eu ouvia a calada da noite alcançar meus pensamentos.

2 Uma brisa passou em mim como a própria escuridade.

Havia uma forma profunda melancólica me observando naquela noite.

3 Eu não só avistei de longe a sua curiosidade.

O gélido, pálido, ar atmosférico me faz compreender a sua vontade,

(Tentar entender), o que eu não conhecia. Verdade ou uma mentira?

4 Ele queria me conhecer. Por quê?

Maldita frieza desértica de estar afastada de você.

5 A semelhança com meu amor.

É a pura fantasia do meu subconsciente.

6 É você? Sombra da noite.

Me fala, por favor. Porque  oculta todo o seu aspecto?

A SOMBRA ATO. 2

1 Vós, mulher de cabelos fortes e quentes.

Essa mulher de voz doce e suave me embriagou por vós.

2 Não consigo torcar-te

Algo me empata, carrego o medo.

3 Guardo nas sombras o meu amor.

Saudade do brilho da beleza da alegria de sorrir.

4 Cores não chegam mais perto de mim.

Amores morrem antes de chegar.

5 E foi quando ouvi a vossa voz.

Um som radiante de cores e amor. Perfeito. Adorável.

6 E foi quando vós me viu! Tão imenso já o meu amor por vós,

Oh! Não!  Vou me arruinar ou arriscar?

 7 Meu amor, eu estou aqui!

Na sua vista, me olhe!

8 Me presenteia com alguns minutos do tempo da sua vida.

 Me honra com sua presença.

9 Estou ciente de não ser o melhor homem do mundo.

Mas tenho sede de ser o melhor homem para você.

10 Te respeito, te admiro, és para mim a mulher mais bela por entre todas as mulheres que os meus olhos já viram transpassar o meu coração.

Compreenda-te, eu existo, acredite, confie mais uma vez no amor.

O ENCONTRO  ATO. 3

1 E logo as estrelas ascenderam

O espaço com relva verde escura

2 Ele com cabelos da cor da noite e olhos o mesmo.

Seus ombros largos, seus olhos profundos com pensamento nela.

3 Ela é tão pequena e delicada.

Olhos suaves, pele com cheiro de flores sorria feito uma criança.

4 O encontro.

Foi como o destino estelar!

5 Os dois suportam a dor e acreditaram novamente no amor.

Só assim, conseguiram enxergar e se encontrar nesse espaço.

6 Tocaram-se,

beijaram-se.

7 E souberam…

O amor existe para todos aqueles que acreditam nele

8 O amor dói,

Porque ele é feito de sentimentos humanos.

A DANÇA ATO. 4

1 E foi sim, nossas poeiras cósmicas se uniram.

 Como se fossem a muito tempo uma única estrela no céu.

3 Me dê um tempo para poder ver-te minha pintura do fantasma do amor.

Meu rei da tenebrosidade, minha estrela da noite.

4 Eu quero te dizer.

Minha pequena e serena.

4 Dona da minha alma.

Eu existo para vós!

5 Não passe só por minha vida, não abandone esse sentimento de verdade.

Fique. Viveremos, criaremos nossa própria felicidade.

6 Alegres. Dançaram na véspera do amanhecer.

Daquele monte alto, nasceu o amor entre a pequena bela e o homem sombra.

Fim.

a Viagem

Agarrei-me, nesse olhar;

No caminho, via a cor azul mar,

Bonito o beira-mar,

Suas águas duras igual ao meu pensar.

Os ventos,

Sopraram,

O apreço,

Do carinho,

Eu desconheço essa viagem,

Eu desconheço esse caminho,

Parece que nada me toca,

Um sentimento líquido e fino.

Nada persistente,

Sem duração,

O que está presente?

É simplesmente indiferente.

A indiferença hoje,

É a diferença entre nós,

Quem ganha sendo mais?

Não vou guerrear meu subconsciente.

Deixa o Amor Voar

Nesse mundo existem muitas prisões,

Uma escravidão de pertecimento,

Chorei por muitas vezes,

Ser livre é um preço alto que se paga.

Quando se ama,

Deixa pássaro voar,

Nada nessa vida é eterno nem as lágrimas.

Quando alguém deseja ficar ao seu lado;

É porque ama verdadeiramente você.

Coragem para voar!

Livre para se apaixonar!

Coragem para voar!

Paz para  levar a alegria no seu olhar!

Acendeu luz;

Me libertei,

A alma,

E voei,

Desejo o que é de verdade!

Vem comigo?

Nada de lágrimas;

Liberte o seu coração!

Abra suas asas!

Abandone a tristeza!

Pássaros não moram em caixas,

Pássaros não moram em caixas,

Deixa o amor voar.

Onde existe liberdade mora a felicidade.

Mistério da Natureza

Formam alguns dias

Forjam alguns meses

Fabricam alguns anos

Quão o amor está distante

É o mar

É a terra

Eles nos cortam

Acaso, seja

O espaço

O tempo

Oh, não, não

É a natureza

Realidade dura

Sente a alma

Tolhe ao tocar

Tuas lembranças me faz delirar

Andejo as paisagens do seus traços

Qual busco lhe emocionar

Desejo amar

Desviado de mim

Aflição não sentir

Suspiro em entender porquê essa distância

Este anseio em compartilhar

Este interesse por você

De que forma o universo é um mistério

É consciente meu olhar

Amar-te é bruma desconhecida

Secreto nevoeiro no espaço

Sintonizar alguém que fez parte de você

Um vigor uma intensidade fora e dentro da natureza de amar

Sem explicação

Seja na distância ou no mistério

Tenho a razão nessa linha do tempo em algum lugar nós reencontraremos

A GOTA DE CHUVA

Está chovendo,

Não dou conta de tanta água caindo,

Sinto ela em mim,

Eu não sei mais,

O que é chuva,

O que é emoção,

Eu escuto os barulhos,

Da chuva que faz,

Meu coração chega a trovejar com as batidas,

Meus pés só seguem o ritmo.

O céu parece triste,

E parece que estou,

Igual.

Transbordando,

Talvez,

Seja tudo culpa dela…

Emoção.

Chove dentro de mim,

Para de chover,

Oh, amor ele é tão bonito,

Mas por quê ele me faz sofrer?

O que eu fiz?

O que eu fiz?

Dessa vez.

Eu sei que fiz certo,

Não, não é possível que vai acontecer,

Essa dor que chega doer meus ossos.

O que eu fiz?

O que eu fiz?

Para sentir tanta dor.

CHOCAR-SE

Sempre quis estar perto de alguém,

Sinto vontade de ser única,

E poder escrever para ela,

E poder olhar para ela,

E assim viver com ela.

Ser especial para alguém,

É chocar-se duas estrelas,

É cruzasse por acaso,

Destino? Não sei,

Pode ser,

Conexão interestelar.

Eu só sei,

De que nada sei,

Mas espero por você,

Não custa sonhar.

ASAS DE CORUJA

Você me disse olhando nos meus olhos,

Como uma pessoa que queria cuidar,

Eu refleti,

No passado tinha medo,

De viver e ser feliz,

Sonhos distantes como a procura da perfeição,

Esse mundo trava meus sonhos,

Como algemas,

E você disse voe!

Mulher você me disse pra voar sem medo,

Eu fui sem medo!

Sempre acabo vivendo todo o romance dentro da minha cabeça,

Sem conseguir ver que lá fora tudo ocorre como num desastre.

E você me disse voe sem medo como uma coruja,

E você me disse voe sem medo como uma coruja,

Eu refleti,

Como sou boba,

Porque ter medo de algo que apenas existe na minha imaginação,

No passado tinha medo,

De viver e ser feliz,

Sonhos distantes como a procura da perfeição,

Esse mundo trava meus sonhos,

Como algemas,

E você disse voe!

Mulher você me disse pra voar sem medo,

Eu fui sem medo!

Sempre acabo vivendo todo o romance dentro da minha cabeça,

Sem conseguir ver que lá fora tudo ocorre como num desastre.

E você me disse voe sem medo como uma coruja,

E você me disse voe sem medo como uma coruja,

É! Como uma coruja,

É! Como uma coruja.

Voe, livre, livre!

Sem algemas,

Sem medo,

Eh… com liberdade.

Sobre o Roberto Ferrari

Roberto

Alguns prêmios recebidos pelo autor:

  • VIII Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus- Texto inédito sobre Jorge Amado
  • Troféu Carlos Drummond de Andrade – 2013
  • Prêmio Intercultural Latino Americano de Cultura – Rosário – 2013.
  • Prêmio Destaque Cultural da Sociedade Européia de Belas Artes – 2013.
  • Comenda da Paz Nelson Mandela – 2014
  • Medalha de Ouro no Concurso Literário Internacional na Sala São Paulo – 2014
  • Troféu Pedro Aleixo – 2014
  • Comenda Dom Pedro II- 2015
  • Troféu Machado de Assis – 2016
  • Prêmio Literário Talento Helvético – Brasileiro de Literatura – 2016
  • Diploma e Colar Miguel de Cervantes – 2017
  • Espada dos Templários conferida pela ABRASCI – 2018
  • Membro da Ordem dos Cavaleiros Templários – 2019
Roberto Ferrari é poeta, escritor e comunicador. Publicou os livros Sublime Amor, Ventos da Paixão, Identidade Assassina, Fundamental como o Amor, Refúgio da Alma, Negócios de Sangue, Intenso como a Vida, Mansão Molnár, Juras Apaixonadas, O Ceifador de Almas, Suplício de Amor, Uivo Maldito, Tributo a Elas, Poesia: Uma mensagem ao Amor, A escolha, Mulher: Um ser especial, Mulher Um Ser Especial 2, Sentido do Amor, Emoções, Amor Palavra simples, Sentimento Complicado , 10 anos de carreira, 10 anos de felicidade, Nuances do Amor, 27 anos de Superação.. Algumas atribuições do autor:
  • Presidente da ACLASP – Academia de Ciências, Letras e Artes de São Paulo – 2015
  • Membro da Divine Academie Française des Arts Lettres et Culture, Paris – 2013.
  • Membro da Associação Internacional dos Escritores e Artistas – 2012
  • Membro da Academia de Letras de Buenos Aires – 2013
  • Doutor Honoris Causa em Letras pela FAMET de Belo Horizonte – 2013
  • Diretor Regional da Literarte em São Paulo – 2014

Participação nas Redes Sociais:

Facebook:

  • Roberto Ferrari
  • Grupo You and I
  • Página Roberto Ferrari o Poeta do Amor
  • Twitter: @robertoferrar19
  • Google Mais: roberto ferrari
  • Instagram: @robertoferrarioficial

Amo Bossa Nova e Rock and Roll e costumo escrever poesias escutando Tom Jobim e Vinicius de Moraes.

Tenho vários poetas prediletos e entre eles posso citar: Castro Alves, Olavo Bilac, Pablo Neruda, Fernando Pessoa e Vinicius de Moraes.

Acredito que a vida deve ser vivida com poesia e que a mulher dever ser amada e respeitada sempre.

Sobre a Deborah ROse

Deborah Rose

Instagram: @poetisadeborarose

Nascida em 1995, Santo André, São Paulo, Brasil.

Deborah, iniciou a sua escrita criativa quando ainda criança, apreciava a beleza de poder traduzir o que observava ao seu horizonte em textos, no entanto, com as circunstâncias da vida, cresceu e acabou deixando em segundo plano o seu lado artístico. O tempo passou, a pandemia chegou, virou mãe e caiu em uma depressão profunda por alguns anos, (2021 – 2022) a escrita voltou com sua potência máxima, salvando ela da doença. “A ciência salva nossa carne e ossos e a arte salva a nossa alma.” – Deborah Rose. (Pensamento, publicado na sua rede social pessoal em 2022). Diante disso, a sua vida mudou completamente, largou sua carreira como Gerente De Cafeteria para dar atenção ao seu dom artístico como poetisa, compositora e escritora em 2023.

Deborah, não tem formação superior, terminou o ensino médio (2014) depois de cinco anos (2019) começou a estudar em uma universidade de Cinema mas por motivos pessoais teve que pausar o curso, atualmente, está concorrendo às vagas para o curso de Letras em universidades públicas e particulares e participando de concursos literários para consolidar e ser reconhecida como poetisa e escritora.